Início / Posts / Não escreva seu número de 9 dígitos da maneira errada: Entenda o porquê

7 de fevereiro de 2014

Não escreva seu número de 9 dígitos da maneira errada: Entenda o porquê

Depois que o nono dígito para telefones celulares entrou em vigor nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, a forma como estes números aparecem escritos em cartões, websites, etc virou bagunça.

Já vi gente escrevendo números de celular com 9 dígitos de vários jeitos diferentes. Imagine quando eles entrarem em vigência em todo o Brasil no final de 2016! Entenda por que você escreve o seu número de telefone de forma errada e aprenda a melhor forma de dispor os algarismos para que outras pessoas leiam, entendam e memorizem rapidamente o seu número.

shutterstock_101241820ok
Não escreva seu número de telefone da maneira errada

Olhe só:

  • 91234-5678: Errado Utilizar o primeiro bloco com 5 dígitos e o segundo com 4 dígitos. Os 5 dígitos no primeiro bloco dificultam a leitura e memorização, já que estamos acostumados a agrupar números de três em três. Por exemplo: é mais fácil ler R$ 15.230.000,00 do que R$ 15230.000,00;
  • 9-1234-5678: Errado Separar o primeiro dígito e manter o restante do número como estávamos acostumados (dois grupos com 4 dígitos) pode parecer uma boa opção, mas na verdade não temos o costume de memorizar trabalhar com 1 dígito sozinho nos números de telefone. Por exemplo: Para DDD usamos 011, 041, etc. Para o código do país também são três números (055) e até na escolha da operadora de longa distância utilizamos três dígitos. Separar o primeiro dígito do restante não é uma boa opção;
  • 91-234-5678: Errado Essa maneira já é um pouco melhor e mais fácil de entender. O primeiro e o segundo grupo, com 2 e 3 dígitos respectivamente, facilitam a visualização e leitura dos algarismos. Porém o último grupo tem quatro dígitos e isso torna o desafio de entender um número de celular um pouco mais complicado do que o próximo caso;
  • 912-345-678: Certo Ao separar os números em grupos com três dígitos, facilita-se a leitura e memorização do conteúdo. Esteticamente o número fica disposto de forma mais agradável e harmoniosa e o seu telefone com certeza será lembrado com mais facilidade. Tudo isso graças à maneira que entendemos, separamos e agrupamos algarismos.

Fora isso, ver números de telefone escritos de maneiras diferentes a cada momento não nos ajuda a processar essa informação mais rapidamente. Nosso cérebro precisa de padrões para aprender, desde a visão até o paladar, sempre aprendemos mais rápido quando existe coerência entre informações similares.

Por isso ao padronizar a exibição dos números de telefone de 9 dígitos da maneira mais fácil de ser entendida, você ajudará o seu cérebro a processar e memorizar essa informação mais rapidamente.

Faça o teste com o seu número! Qual a sua opinião?

Leia mais sobre memorização: http://en.wikipedia.org/wiki/The_Magical_Number_Seven,_Plus_or_Minus_Two (dica do Luis Brudna)