Início / Posts / Computação / Robótica / China coloca seu primeiro rover na Lua, o “Coelho de Jade”

16 de dezembro de 2013

China coloca seu primeiro rover na Lua, o “Coelho de Jade”

O primeiro rover chinês da história está andando pela superfície lunar após a separação do seu módulo para começar a explorar o seu local de pouso: a Baía do Arco-Íris.

O módulo lunar Chang’e 3 chegou à Lua no sábado, dia 14 de dezembro, cerca de 21:12, hora de Beijing. Isso faz da China o terceiro país a alcançar tal feito, após os EUA e a antiga União Soviética. O módulo também carregou o rover robótico Yutu ( que traduzindo seria “Coelho de Jade”) à superfície lunar para começar sua missão, que deve durar meses.

YutuEnLaLuna
O módulo lunar Chang’e 3 chegou à Lua no sábado, dia 14 de dezembro, cerca de 21:12, hora de Beijing. Crédito: CNTV

Algumas horas após a aterrissagem, as rodas do Yutu foram destravadas através da ignição de dispositivos explosivos, e o rover abriu suas asas com painéis solares e ergueu seu mastro cheio de instrumentos de medida. O cabo conectando o rover foi cortado e o rover começou seu passeio pelas paisagens da Lua.

Equipamentos:

O rover Yutu carrega um braço robótico com um espectrômetro Alpha-Proton X-ray, ou APXS.

Com ele, pesquisadores podem analisar os materiais que compõe as crateras, ajudando a desenvolver um melhor modelo para os processos de criação de crateras por impacto.

Yutu também carrega um radar que pode dar informações do subsolo de 30 até 100m de profundidade. Aparentemente ele pode operar em dois comprimentos de onda, fornecendo informações de alta resolução da superfície mais rasa da Lua, chamada relogito. Os outros comprimentos de onda podem penetrar tanto no regolito quanto nos basaltos.

Yutu_rollout
Crédito: CNTV

O rover lunar Chinês Yutu (“Coelho de Jade”) é visto por uma câmera do módulo Chang´e 3. Ambos pousaram com sucesso na lua em 14 de Dezembro de 2013. Esta é a primeira missão chinesa que levou um rover à superfície lunar, e o primeiro pouso na Lua em 37 anos.

Fonte e mais informações: Space.com

Veja Também

Edição nº 17 – Radioastronomia

Radioastronomia A 17ª edição da Revista Polyteck traz uma viagem ao Deserto do Atacama, um …